Miguel Angelo

A estreia não sonhada do B7


BiodieselBR.com - 09 out 2014 - 11:12

O primeiro leilão do B7 chamou mais atenção do que se esperava, mas não pelos motivos que todos gostariam. Os motivos, de uma forma sintética, foram os seguintes:
 
          • As usinas ofereceram menos biodiesel que o mercado esperava;
          • O governo e a ANP não haviam se preparado para essa situação; 
          • Às pressas tiveram que criar uma saída para minimizar o risco de faltar biodiesel e de ocorrer uma elevação excessiva do preço.

Esses acontecimentos não agradaram ninguém. O governo claramente não gostou de saber que poderia faltar biodiesel logo no primeiro leilão de B7 e as usinas não gostaram de receber um anúncio de um leilão complementar no meio do leilão regular. Foi com esse misto de frustração, descontentamento e até um pouco de indignação que o 39º leilão de biodiesel se desenrolou.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar