Opiniões

José Olivério


BiodieselBR.com - 02 jan 2014 - 12:49 - Última atualização em: 16 mai 2014 - 12:08
O cenário ideal do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel

Desde 2004 a indústria brasileira ligada à produção de biodiesel, assim como a de fornecimento de equipamentos e plantas, apresentou soluções inovadoras para atender às necessidades do mercado, tanto sob o aspecto da demanda como da qualidade do biodiesel, e da sustentabilidade do negócio. Isso permitiu que o mercado atingisse a meta da mistura B5 já em 2010, e não em 2013, como inicialmente definido.

Apesar de já termos atingido a maturidade do programa, a sua continuidade apresenta novos desafios:
  • Projetar um cenário de médio e longo prazos, visando a continuidade do Programa, com o aumento planejado da mistura até B20, em 2020 e criação de mecanismos legais para a sua implementação;
  • Desenvolver, técnica e economicamente, novas culturas de oleaginosas, que possam ser utilizadas como matéria-prima para o biodiesel e que possibilitem a qualidade final do produto;
  • Desenvolver tecnologias para o uso sustentável dos subprodutos gerados na área industrial e agrícola;
  • Implantar política governamental ampla e de longa duração, visando a previsibilidade e sustentabilidade da produção e do consumo da mistura biodiesel-diesel no território nacional;
  • Fomentar a produção do biodiesel de forma integrada com outras atividades agroindustriais.
Havendo condições de mercado, a indústria nacional está capacitada a atender, com segurança, aos futuros desafios para atingirmos o B20, e, inclusive, patamares superiores de uso do biodiesel.

José Luiz Olivério - vice-presidente de Tecnologia e Desenvolvimento da Dedini S/A Indústrias de Base